Alunos da Unifei ministram workshop sobre sistemas embarcados

Os participantes aprenderam a fazer programas simples para utilizar o hardware montado durante o evento.

Os alunos Rafael de Moura Moreira, Alexandre Zambotti Rodrigues Gabriel Silva Marcatto, da Unifei, ministrando o workshop “Desenvolvimento de sistemas embarcados - do software ao hardware”.

 

 

 Os alunos Rafael de Moura Moreira, Alexandre Zambotti Rodrigues e Gabriel Silva Marcatto, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), ministraram, recentemente, o workshop “Desenvolvimento de sistemas embarcados - do software ao hardware”. Um sistema embarcado, ou embutido, é microprocessado e nele o computador é completamente encapsulado ao dispositivo ou sistema que controla.

 Durante o evento, cerca de 30 participantes montaram o seu próprio circuito com microcontrolador e periféricos e também aprenderam a fazer programas simples, para utilizar o hardware que tinham montado. O workshop foi realizado na 13ª edição da BSides São Paulo, um evento sobre segurança da informação que está entre os maiores congressos no Brasil sobre o assunto.

 O formato do workshop apresentado tem sido aprimorado nos últimos quatro anos pelo professor Rodrigo Maximiano Antunes de Almeida, do Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologia da Informação (Iesti) da Unifei, e serve como uma introdução sobre eletrônica e sistemas embarcados para profissionais da área da computação. “Este é um workshop que eu comumente ministro nos eventos. Neste ano, não pude participar e sugeri aos alunos que fossem no meu lugar. O resultado foi um sucesso. Os participantes gostaram bastante e os exemplos práticos funcionaram corretamente”, comentou o professor.

 Para Rafael de Moura Moreira, graduado em Engenharia da Computação e mestrando em Ciência e Tecnologia da Computação, o workshop favoreceu o diálogo entre os presentes. "Foi uma oportunidade bastante gratificante; no minicurso, tivemos contato com pessoas de diferentes níveis, desde profissionais atuantes no mercado até programadores iniciantes querendo aprender algo de eletrônica; a troca de informações com essas pessoas foi enriquecedora, e o feedback positivo que recebemos dos participantes mostra o quanto a Unifei está forte na área de embarcados”, detalhou o estudante.

 Outro aluno que participou do workshop foi Alexandre Zambotti Rodrigues, graduado e mestrando nas mesmas áreas de seu colega Rafael. “O curso teve muitos interessados, o que é um bom sinal, pois estávamos com receio de que acontecesse o contrário”, disse. Segundo ele, a diferença de conhecimento entre os que já tinham alguma experiência na área e os que não conheciam o assunto não influenciou no desenvolvimento do curso. “Conseguimos atingir o objetivo de ensinar o básico da programação para embarcados em pouco mais de quatro horas e, ainda assim, havia pessoas na sala querendo saber mais e desenvolver mais as habilidades com embarcados”, explicou.

 Gabriel Silva Marcatto, aluno da graduação de Engenharia de Controle e Automação na Unifei, também se manifestou sobre o evento: “O minicurso foi uma oportunidade fenomenal e extremamente gratificante para nós que amamos a área, pois pudemos compartilhar com os participantes um pouco do que sabemos. Conseguimos atingir todos os objetivos propostos. Tivemos muitos feedbacks positivos dos participantes, e acredito que, em um futuro próximo, haverá mais minicursos ministrados pelos alunos da Unifei na área de sistemas embarcados”.

 Mais detalhes sobre o workshop e a 13ª edição da BSides São Paulo podem ser obtidos por meio do link: http://sp13.securitybsides.com.br/agenda/

 

Sistemas embarcados

 Sistemas embarcados são dispositivos que podem ser encontrados em qualquer lugar, desde aplicações residenciais até controladores de processos críticos, como aviação ou equipamentos médicos. Atualmente, quase todo dispositivo que funcione com eletricidade possui um sistema embarcado coordenando seu funcionamento, e aprender a programar estes dispositivos envolve conhecer o hardware, os periféricos e a interação entre eles.

 Com relação a este assunto, o professor Rodrigo Maximiano Antunes de Almeida e seus colegas Carlos Henrique Valério de Moraes e Thatyana de Faria Piola Seraphim, também docentes do Iesti da Unifei, já haviam lançado, no ano de 2016, o livro “Programação de Sistemas Embarcados: desenvolvendo software para microcontroladores em linguagem C”, que possui 488 páginas e foi lançado pela editora Elsevier, em cuja página na internet podem ser obtidas mais informações.

 

 



Mapa do site

Campus Prof. José Rodrigues Seabra - Sede

Av. BPS, 1303, Bairro Pinheirinho, Itajubá - MG

Telefone: (35) 3629 - 1101 Fax: (35) 3622 - 3596

Caixa Postal 50 CEP: 37500 903

Campus Itabira

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II,Itabira - MG

Telefone (31) 3839-0800

CEP 35903-087


Acesso a Informação Brasil - Governo Federal   

© 2015 Site desenvolvido pela DSI / SECOM